Americanas

Estudos disciplinares - Janelas quebradas




(Fundação Carlos Chagas/2009 com adaptações)
 
Leia o texto abaixo, de autoria do médico e escritor brasileiro Drauzio Varella
Janelas quebradas
 
A deterioração da paisagem urbana é lida como ausência dos poderes públicos, portanto enfraquece os controles impostos pela comunidade, aumenta a insegurança e convida à prática de crimes. Essa tese, defendida pela primeira vez em 1982 pelos americanos James Wilson e George Kelling, recebeu o nome de teoria das janelas quebradas . Segundo ela, a presença de lixo nas ruas e de grafite sujo nas paredes provoca mais desordem, induz ao vandalismo e aos pequenos crimes. Com base nessas ideias, a cidade de Nova York iniciou, nos anos 1990, uma campanha para remover os grafites do metrô, que resultou numa diminuição dos crimes realizados em suas dependências. O sucesso da iniciativa serviu de base para a política de tolerância zero posta em prática a seguir. Medidas semelhantes foram adotadas em diversas cidades dos Estados Unidos, da Inglaterra, da Holanda, da Indonésia e da África do Sul. Mas, apesar da popularidade, a teoria das janelas quebradas gerou controvérsias nos meios acadêmicos, por falta de dados empíricos capazes de comprová-la. Mas houve, sim, alguns experimentos bem sucedidos. Na Holanda, um deles foi conduzido numa área de compras da cidade de Groningen. Para simular ordem, os pesquisadores limparam a área e colocaram um aviso bem visível de que era proibido grafitar. Para a desordem, grafitaram as paredes da mesma área, apesar do aviso para não fazê-lo. A grafitagem constava apenas de rabiscos mal feitos, para evitar confusão com arte. Em ambas as situações, penduraram um panfleto inútil nos guidões de bicicletas, de modo que precisasse ser retirado pelo ciclista antes de partir. Não havia lixeiras no local. Na situação ordeira, sem grafite, 77% dos ciclistas levaram o panfleto embora. Na presença do grafite, apenas 31% o fizeram, os demais o jogaram no chão. Em outra experiência holandesa, foi colocado, numa caixa de correio da rua, um envelope parcialmente preso à boca da caixa (como se tivesse deixado de cair para dentro dela) com uma nota de 5 em seu interior, em local bem visível para os transeuntes. Na situação ordeira, a caixa estava sem grafite e sem lixo em volta; na situação de desordem, a caixa estava grafitada e com lixo em redor. Dos transeuntes que passaram diante da caixa limpa, 13% furtaram o dinheiro. Esse número aumentou para 27% quando havia grafite e sujeira. A mensagem é clara: desordem e sujeira nas ruas mais do que duplicam o número de pessoas que praticam contravenções ou pequenos crimes no espaço público.
Fonte: VARELLA, Drauzio. Folha de S. Paulo, 18.07.2009 (com adaptações).
 
De acordo com o texto, deve-se entender que a teoria das janelas quebradas sustenta a tese de que
 
a) o espaço público deve ser administrado a partir de iniciativas dos cidadãos
b) a concentração urbana é fator determinante para os serviços dos poderes públicos.
c) a atitude dos indivíduos é influenciada pela ação ou omissão dos poderes públicos.
d) a deterioração do espaço público decorre da ação irresponsável da maioria dos cidadãos
e) a iniciativa dos cidadãos é determinante para a formulação de políticas públicas.

Justificativa.




Correta – Letra C – Sim a atitude dos indivíduos é influenciada pela ação do poder publico como está exposto na primeira linha do texto “A deterioração da paisagem urbana é lida como ausência dos poderes públicos”, portanto quer dizer se o governo não limpa, não cuida, não higieniza, o povo não tem cuidado com o patrimônio publico. Um exemplo deste cuidado é o Metrô de São Paulo, é limpo porque existe a manutenção diariamente e assim forma-se o círculo se está limpo o povo não vai sujar.


Links relacionados

Estudos disciplinares - Janelas quebradas

Interpretação ( ED ) – Rubens Fonseca – Meu pai era um homem bonito...

Resolvendo ( ED ) – Para participar de um jogo, nove pessoas......

Interprretação ( ED ) O quadro O grito e quadro Homer Simpsons

 Interpretação ( ED ) - Pergunta do Relógio cuco

 Links de parceiros.